O poder da persuasão verbal nas práticas jurídicas

O poder da persuasão verbal nas práticas jurídicas

 

É um conjunto de características que faz um advogado ser bem sucedido, mas o poder da persuasão verbal nas práticas jurídicas é um dos aspectos mais importantes na advocacia. Praticamente 100% das atividades cotidianas do advogado envolvem a persuasão, desde o trato com clientes até o dia a dia no fórum e nos tribunais. Em qualquer situação é imprescindível se comunicar com objetividade e segurança, sem faltar é claro uma boa dose de argumentação.

Mas como adquirir este poder da persuasão verbal nas práticas jurídicas? Afinal se comunicar bem não é um talento nato, muito pelo contrário, a timidez é a grande vilã da boa oratória.

O primeiro passo é conhecer bem o caso e estar atualizado sobre as mudanças legislativas, ou seja, é o equilíbrio entre o conhecimento técnico do direito e a sua forma de expressão verbal.  Você precisa ter domínio do assunto do qual irá pleitear.

O segundo passo é ter em mente o objetivo da sua fala, por exemplo: qual é o seu objetivo ao representar o seu cliente em uma audiência? Convencer o juiz dos seus argumentos, certo? Quando se tem em mente o foco/objetivo do que precisamos falar, conseguimos encontrar as palavras certas para argumentar. Saber expressar conteúdo é o grande diferencial.

A comunicação faz parte do cotidiano profissional do advogado, e como diz o ditado: “quem não se comunica se trumbica”. Comunicar é estar conectado e ir muito mais longe.  A oratória jurídica potencializa as habilidades de comunicação do advogado. Não há advogado sem uma boa comunicação verbal.

Importante ressaltar saber colocar as ideias de forma concatenada, com entusiasmo, e persuasão pode ser desenvolvido por meio de cursos de oratória.

Saiba mais sobre o nosso curso de Oratória Jurídica em Curitiba. Acesse o site: www.denizecoaching.com.br

 

Lembre-se de quem fala bem em público se torna referência, influencia pessoas, cria novas oportunidades, lidera.